Visit Gijón » Cultura » No outono, a cultura reverdece (I)

No outono, a cultura reverdece (I)

 

Há ainda quase um mês de verão com muito que fazer, mas como somos previdentes, já planificámos um outono cultural, um tempo em que as folhas amarelecem e a cultura reverdece.

Dança

Começaremos com Dança Xixón, de 12 de outubro a 1 de novembro. O seu conteúdo desenvolve-se com programas e ações destinados a fomentar a criação, produção e difusão da dança contemporânea e do espetáculo gestual. Os espetadores terão ocasião de conviver com a dança em diversos espaços da cidade de Gijón/Xixón com o objetivo de vivenciar a dança como uma linguagem contemporânea. Além disso, há espetáculos de dança para crianças, programação aberta para adultos e ateliês e seminários.

 

Em destaque está o espetáculo W Momix Forever / Momix Dance Company, o Amor Brujo, de Víctor Ullate, no dia 12 de outubro, e Babaol, de EnÁmbar Danza, no dia 1 de novembro.

 

Gijón/Xixón, na voz do jazz

O Festival do Jazz de Xixón reúne no Teatro Jovellanos, de 11 a 13 de novembro, grandes atuações deste género. Este ano, as cabeças de cartaz são o baterista Manu Katché, que colaborou com Joni Mitchell, Sting, Dire Straits, Tears for Fears, The Christians, Robbie Robertson, Joan Armatrading, Paul Young, Tracy Chapman e Youssou N’Dour, entre outros, e The Stanley Clarke Band, que tocou com músicos da envergadura de Stan Getz, Joe Henderson, Horace Silver, Art Blakey, Dexter Gordon, Pharaoh Saunders e Gil Evans.

O programa inclui igualmente concertos, conferências e espetáculos no centro Cultural Antiguo Instituto. Uma das propostas é a conferência “Como ouvir jazz”.

Publicar um comentário


Se os nossos artigos lhe interessam, não se esqueça de subscrever o nosso feed RSS